O turnover diz respeito a rotatividade de colaboradores dentro de uma empresa. Isso significa quantas pessoas são admitidas e demitidas ou pedem demissão em um determinado espaço de tempo. Se existe uma alta rotatividade de pessoas e a cada semana tem um atendente diferente na recepção, há algo errado. O alto índice de rotatividade não é positivo para a empresa que tem gastos com contratação de novos colaboradores, treinamento e fica com a imagem comprometida perante seus clientes.

O que é turnover?

O turnover é um índice que calcula a rotatividade de funcionários. Para realizar o cálculo do índice de turnover basta dividir o número de colaboradores admitidos pelo total de colaboradores demitidos no mesmo período, o resultado multiplica-se por 100.

Na prática, considerando que uma empresa empregou em um ano 700 colaboradores e desligou 70, a rotatividade foi de 10%. Conforme o cálculo 700/70= 0,1 x 100 = 10.

Geralmente o percentual ideal fica em torno de 5%. Ou seja, nesse exemplo dado o índice de turnover está alto. É necessário adotar algumas estratégias para diminuir a rotatividade dos colaborares.

1. Recrutamento e seleção assertivo

Um processo de recrutamento e seleção assertivo ajuda a encontrar os perfis de colaboradores mais adequados para preencher as vagas na empresa. Tudo começa definindo o perfil desejado, passando a escrever um anúncio de vaga que atenda aos requisitos para o preenchimento adequado do cargo.

No momento de selecionar, nada de ter pressa. É preferível aguardar e selecionar criteriosamente os candidatos que farão a entrevista ou passarão para outras etapas de seleção.

É importante conhecer o candidato um pouco mais, entender seus valores e princípios e verificar se atendem aos da empresa. Avaliações psicológicas e testes comportamentais auxiliam no conhecimento do candidato.

2. Clima organizacional

Um ambiente agradável é importante para o bem-estar das pessoas que trabalham na empresa. O que favorece um ambiente agradável e um bom clima organizacional são os valores da empresa e as dinâmicas de trabalho. Incentive o diálogo interno entre gestores e equipe, sempre esclareça mal-entendidos, promova atitudes que auxiliem o bem-estar e saúde dos colaboradores, não negligencie os momentos de confraternização ou datas comemorativas.

3. Feedback

Colaboradores e empresa devem ter uma boa comunicação. Sendo assim, é importante o gestor dar feedback aos colaboradores. O feedback deixa as relações mais transparentes, o colaborador consegue saber o que o gestor espera dele, quais são as metas a cumprir e como anda seu desempenho.

Manter uma cultura de feedback ajuda a compreender motivos do alto índice de rotatividade e o que poder ser feito para melhorá-lo.

4. Reconhecimento

Quem realiza um bom trabalho gosta de ser reconhecido. Portanto, é importante reconhecer o desempenho dos colaboradores. Que tal implantar uma política de feedback ou sistemas de recompensa? Assim, com padrões definidos fica mais fácil saber o que fazer quando um colaborador tem bom desempenho. Muitas vezes um elogio pode fazer uma grande diferença. Entretanto, algumas vezes é preciso ir além, ainda mais se o colaborador temui mais anos na empresa, terá de oferecer bonificações ou outros benefícios.