Vale educação: o jeito certo de incentivar seus colaboradores na busca pelo conhecimento

Falta pouco para começar um novo ano, época em que as pessoas tradicionalmente fazem um balanço do que passou e definem metas para o ano seguinte. Pesquisas já confirmaram que invariavelmente dentre essas resoluções, as mais comuns envolvem questões relacionadas ao estudo.

Também é no início do ano que as empresas apesentam seu planejamento estratégico e divulgam metas e objetivos.

Para atender esses dois cenários – aspirações pessoais e necessidades corporativas – o vale educação oferecido pelas empresas encaixa-se perfeitamente.

No caso do vale educação da Bee Vale, ele é aceito em universidades, cursos profissionalizantes, cursos de idiomas e até escolas e creches infantis, se assim a empresa quiser. O fato é que a flexibilidade do vale pode ser definida de acordo com o que a empresa quer oferecer de benefícios aos seus colaboradores e pode atender, inclusive, ao que é definido no seu programa de PDI – Plano de Desenvolvimento Individual. Por exemplo: um determinado colaborador precisa melhorar seu inglês e o vale educação seria para pagar um cursinho de idiomas.

PDI? Estudo? Benefícios? Calma que vamos explicar tudinho nesse artigo.

PDI: o que é e como funciona

Ele é uma ferramenta bastante utilizada pelos departamentos de Recursos Humanos para que o colaborador desenvolva algumas habilidades e adquira certos conhecimentos para a execução das suas tarefas e tenha progresso nas suas funções. Com esse roteiro personalizado fica mais fácil ele aprimorar seu trabalho, atender às necessidades do negócio e, consequentemente, prepará-lo para eventuais futuras promoções.

No Plano devem estar definidas ações concretas para que o colaborador se norteie para atender os objetivos estabelecidos para seu wibit desenvolvimento. Muitas vezes essas ações estão diretamente relacionadas à estudo e por isso trouxemos esses dois assuntos no artigo: vale educação e PDI.

Na busca pelo aumento da produtividade nas empresas, contribuir para que tais conhecimentos sejam adquiridos faz toda diferença, e é nessa hora que entra o vale educação. Se a empresa não quiser assumir o custo total de um curso, por exemplo, poder ser um percentual. Ainda assim será muito valorizado e fará toda a diferença para o colaborador. No final, todos ganham.


Vantagens do vale educação

1. O colaborador sente-se valorizado e desenvolve uma relação ainda maior de comprometimento com a empresa.

2. Ao evoluir, o colaborador passa a executar melhor suas funções, tornando-se mais produtivo e assertivo.

3. Ao adquirir novas habilidades e mais qualificação na execução de suas atividades, tende a trazer novas ideias e melhorias.

4. Diminuição do turn over: a retenção de talentos acaba sendo muito maior em empresas que possuem um programa de desenvolvimento bem estruturado e ferramentas de incentivo, como um vale educação.

5. Atratividade: já sabemos que os benefícios flexíveis são muito atrativos na hora de buscar novos talentos no mercado, que cada vez mais estão atentos ao clima organizacional e à valorização do profissional nas empresas, além do salário. Dessa forma a disputa por um candidato é mais vantajosa e os processos de recrutamento tendem a ser menores (e menos custosos).

E então? O que falta para a sua empresa colocar no seu plano de 2023 a adoção de vale educação para seu time? Entre em contato com a Bee Vale que te ajudaremos a montar o melhor pacote para seus colaboradores. Todos os benefícios estão em um único cartão.  Facilidade para o RH, simplicidade para o colaborador.

Compartilhe esse post

Últimas postagens